quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Centro de Zoonoses de Fortaleza


Notícia


Jornal O Povo - 08/11/2007


Promotoria questiona eutanásia de animais


O Ministério Público do Estado, através da Promotoria do Meio Ambiente e Planejamento Urbano, instaurou, na última segunda-feira, 5, procedimento para apurar denúncias de que o Centro de Controle de Zoonoses estaria sacrificando animais sem discriminar os doentes (especialmente os contaminados por leishmaniose viceral canina ou calazar) e os saudáveis. O promotor José Francisco de Oliveira Filho partiu de documentos disponibilizados pela União Internacional Protetora dos Animais (Uipa) e da repercussão de um artigo escrito por um de seus membros, afirmando que o órgão é considerado "o mais precário e desumano de todo o país."

Segundo o promotor, foram sacrificados pelo Centro de Zoonoses 2.054 animais em outubro. "A mortandade de animais está grande. Primeiro, eles têm de passar por exames e é preciso ter um laudo médico veterinário atestando a necessidade da eutanásia. Os animais não estão sendo separados e todos são mortos", disse Filho. Ele informa que a Promotoria enviou ao Centro um documento com uma série de perguntas sobre as atividades do órgão, que devem ser respondidas dentro de dez dias. Também serão solicitados esclarecimentos das Secretarias Executivas Regionais (SERs) quanto às atividades de controle de zoonoses.

Como resultados do procedimento, a Promotoria, conforme Filho, quer que nenhum animal saudável seja sacrificado, que sejam feitas esterilizações (para impedir que o animal se reproduza) e que o Centro realize uma feira de doações para que os saudáveis encontrem um novo lar. Segundo ele, após a apuração das denúncias, a Promotoria irá chamar a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para firmar um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para garantir o cumprimento das decisões. Caso a secretaria se recuse a assinar o documento, o próximo passo do MP será entrar com uma Ação Civil Pública contra o órgão municipal. José Filho diz que espera concluir o procedimento em 30 dias.

A coordenadora do Centro de Zoonoses, Evanisa Ventura, informa que ainda não recebeu nenhum documento sobre o procedimento. O veterinário Fernando Perdigão, responsável pelo laboratório do órgão, admite que nenhum animal capturado passa por avaliação para diagnosticar alguma doença. Atualmente, o exame para detectar o calazar é feito quando o dono do animal procura o Centro ou as SERs ou quando há uma pessoa com a doença e é necessário verificar se há outros casos no local.

O veterinário Paulo Roberto Fernandes Leite, do setor de controle da raiva, diz que os exames nos animais poderiam ser feitos, mas o Centro, segundo ele, não tem estrutura para ficar com os animais saudáveis. Perdigão informa que a doação de animais foi suspensa porque o órgão não os comporta, pois é necessário que eles passem por um período de quarentena.

Para Paulo Leite, a eutanásia não vai acabar, mas a idéia do Centro é diminuir o número de procedimentos. O órgão, conforme ele, enviou para a SMS projetos para instituir o Registro Geral de Animais (RGA, uma identificação do animal), promover a esterilização dos animais e lançar campanhas de conscientização sobre a posse responsável. Há ainda um projeto na Secretaria de Infra-Estrutura (Seinf) para ampliar o Centro. Segundo Evaniza Ventura, a eutanásia dos animais tem sido realizada três vezes por semana por conta da alta incidência de calazar e que sempre é acompanhado por um veterinário.

Segundo o MP, foram sacrificados 2.054 animais em outubro.

Fonte:http://www.opovo.com.br/opovo/fortaleza/743313.html


16 comentários:

michelle disse...

será que se pegassem os seres ditos humanos e fizessem o que estao fazendo no ccz de fortaleza,ficaria assim mesmo, o que será preciso para que as pessoas tomem consciencia que elas nao podem decidir em exterminar animais sadios, so porque nao sao capazes de trabalharem por soluçoes verdadeiras e humanas, estes seres sem um pingo de humanidade, pensam que DEUS nao ve tudo isso. chega de tanta maldade do ser humano, temos que fazer algo, nao podemos mais aceitar isso calados e de braços cruzados.

michellea_1@yahoo.com.br disse...

será que se pegassem os seres ditos humanos e fizessem o que estao fazendo no ccz de fortaleza,ficaria assim mesmo, o que será preciso para que as pessoas tomem consciencia que elas nao podem decidir em exterminar animais sadios, so porque nao sao capazes de trabalharem por soluçoes verdadeiras e humanas, estes seres sem um pingo de humanidade, pensam que DEUS nao ve tudo isso. chega de tanta maldade do ser humano, temos que fazer algo, nao podemos mais aceitar isso calados e de braços cruzados

Anônimo disse...

Eles matam os animais pq é a forma mais barata de fazer isso, mais barata e ineficaz de evitar o calazar. Sera q eles não sabem q o transmissor da doença eh o mosquito?!
Isso é revoltante!
Além deles maltratar os animais, como se eles não sentissem dor nenhuma, eu digo isso pq eu ja vi os maltratos que o centro de zoonose daqui faz com os cachorros.

Anônimo disse...

questionando os coentarios acima:
para que haja uma adoçao e preciso q exista os voluntarios que adotem.
se exite voluntarios que sejao capazes de adotar um filhote, pra que ficar com tantos animais.
certo e se ficar com os animais?
eles vao correr riscos de serem contaminados!!!!
ja q voçes sao contra a autanasia adotem todos os animais saudaveis
assim nao ira mais acontecer injustiçaS

Anônimo disse...

Meu comentario é sobre essa mensagem idiota de cima.. se o animal for para a adoção é por que ele já passou pelo exame e sabe que não possui a doença, então não haverá perigo de se contaminar, e não é necesario voce ter um cachorro para contrair a doença.
E se voce é a favor dessa matança,dessa injustiça, é melhor voce rever seus princípios..
É muito facil falar adotem todos os animais, e não tomar nenhuma atitude para ajudar ou solucionar essa situação.

Anônimo disse...

Nossa que noticia ruim, não pensava que tinha pessoas tão deshumanas assim, os animais são seres vios como nós humanos,eles tem direito a viver. Eles precisam de atenção, amor, cuidado, pois são criaturas tão inoscentes, que não guarda rancor e algo parecido.
Isso tem q acabar, deveria ter uma fiscalização, vamos fazer algo por eles gente.

Anônimo disse...

Isso é um absurdo... Em vez de resolver o problema matando o mosquito transmissor, matam o pobre dos animais... E como não existem pessoas humanamente normais para terem animais domesticos, então em vez de matar deveriam laquiar esses animais, pois so assim iriam resolver realmente este problema da super população de animais...Deveriam pensar que seria um custo a mais, mais seria muito mais eficaz do que todos esses anos de matança e desumanidade

Anônimo disse...

o centro de zoonose de Fortaleza continua com a mesma matança,denuncias veiculadas dizem que eles estão matando os animais
sem aplicar anestesia,estão aplicando nos pobres animais logo a letal, o animal morre sentido muitas dores isso é cruel precisa-se tomar medidas rápidas, pois, os inocentes estão morrendo com muito sofrimento.

stella disse...

Stella, sinto um imenso amor pelos animais, acho ate que poderiam me chamar de Drª que fala com eles e um dom que tenho. mas, concordo com o anonimo que disse, que se cada pessoa adotasse um animal de rua eles nao seriam sacrificados, eu queria um cachorrinho, e procurei na rua e vi a Beme, linda ceguinha e com muita sarna, eu e meu filho amamos ela, ela nao faz nem xixi e nem coco no aptº, mau latia com medo q devolvessemos ela, e esta semana encontrei outra mas, como estava babando pedi para vizinha deixar na varanda, os filhos dela resolveram ficar eu fiquei muito feliz, mas, fui com um na univet, na uece,e a cachorrinha tem cinomose doença infecto contagiosa, ja demos os remedios e ela esta piorando e sofrendo, eu nao tenho R$, para colocar em uma clinica e eles tb não, e aí, eu posso contrair a doença para minha Beme, e difícil pensa r em uma estoria de amor nesses momentos, pq a razão tem q vir a frente,chorei horrores no meu trabalho qdo vi na internet tudo sobre cinomose, decidi procurar a zoonose e um dos rapazes não quer e ela esta sofrendo muito e nao pode falar. ele quer quer ela morra naturalmente! e muito difícil vamos ponderar oque fazer ? na minha opinião e amenizar a dor dela, e ter o pleno conhecimento que os animais são criaturas de DEUS e que depois do sacrificio ela vai poder se libertar de seu corpo doentinho e poder correr do jeito q ela merece!!!

Arnóbio de Alcântara disse...

Isso é uma grande verdade a autanasia é praticada nos centros de controle de zoonoses, em animais doentes e na maioria em animais saudaveis. Os animais considerados agressivos - São mortos sem se quer passarem por uma avaliação.
A alguns meses tentei adotar um cão considerado agressivo, no entanto eu verifiquei o cão e vi que ele não era agressivo e sim um otimo cão de guarda. A adoção me foi negada e o cão apesar de estar em otimas condições fisicas, foi morto pelo zoonoses.
Existe uma area nos zoonoses que eles não permitem que pessoas que não sejam funcionários entrem, a desculpa é que os animais estão doentes ou em observação. Na verdade são os que irão morrer sem terem uma chance de serem adotados.Isso é uma verdade e é lamentavel.A forma como esses animais são mortos também é repulsiva e cruel.
As nossas autoridades precisam tomar providencias contra esse crime. Colocar para trabalhar nos zoonoses pessoas que amem os animais. E fazer valer a lei.

Arnóbio de Alcântara
(criador e treinador)

Inês disse...

O telefone de contato do blog está errado.
liguei 88332457 e a pessoa disse que não era de voces isso deve incomodar muito ao dono do número...

Anônimo disse...

eu sou a favor de que adotem todos mesmo os doente pq assim vcs vao ver a necessidade de um controle peguem pelo menos uns cinco lá no ccz pelo amor de deus botem nos seus carros de luxo e levem logo pra suas casas dêem banho e vacinem se possivel deixem que seus bebês toquem nos animais doente mas tem que ser logo pq vao continuar com a eutanazia seus hipocritas HIPOCRITAS

Ana Rachel disse...

Olha essa vai pro idiota ai de cima que postou essa coisa ridicula mandando adotar os doentes e mandando as crianças pegarem os cachorros doentes olha eu ridiculo, idiota e retardado, eu não sou contra a eutanazia nos doentes acho realmente que devem aplicar por motivos de segurança e pra aliviar o sofrimento dos coitados mas claro que com a anestesia primeiramente pis é cruel vc aplicar sem a anestesia pois o sofrimento antes da morte é horrivel e acho que els mereciam pelo menos uma morte tranquila e sobre os sadios tem varios abrigos que ajudam os animais sadios e vcs poderiam muito bem entrar tipo em uma sociedade com esses abrigos pra fazer mais feiras de doações e etc. Se eu soubesse de algum tipo de abrigo eu mesmo entraria em contato com eles para tentar fazer essa negociação claro que eu também iria ajudar pois não basta apenas falar e sim agir. Agora eu acho que vc não deveria ter postado essa idiotice pois a pessoas apenas estão criticando a forma que vcs estão trabalhando com muita crueldade pois eu lí todas as postagem e ví cada comentario e oque eles apenas estão colocando é que vcs estão fazendo a matança dos animais doentes com crueldade e os sadios matando sem necessidades pois se vcs fizessem justamente isso que estou comentando tudo iria melhorar e em vez de vcs só receberem criticas e mais criticas vcs começariam a receber elogios. Entendeu agora se Idiota, arrogante...

Anônimo disse...

quero adotar um cão filhote ou adulto de grande porte. fone:8854-2553 falar c/cassia

Anônimo disse...

Relamente é uma situação complicada.
Acredito que a prefeitura poderia lançar uma campanha de identificação chipada de cães e gatos. Se fosse obrigatório isso qualquer gato ou cachorro vadio que tivesse o chip facilmente denunciaria o seu "dono" que abandonou. Assim esta pessoa seria responsável criminalmente se esse animail contraísse alguma doença e transmitisse para alguma pessoa ou simplesmente apresentasse o risco de transmissão. O maior crime de todos é o abandono que gera tudo isso. É fácil dizer que a solução é matar, é fácil dizer que os bichinhos são seres vivos e tal.. mas o fato é que isso continua acontecendo e nem mesmo as entidades de direito dos animais não tomam providencias. Deixar cães e gatos vagando pelas ruas é que não se pode. A inúmeros riscos de doenças que podem acometer essses animais sem cuidados e posteriormente a saúde pública. A doeação é uma das saída porém muito ineficaz. Infelizmente temos que jogar a real as pessoas não adotam animais é a coisa mais difícil do mundo. é uma luta eterna na qual a doação sempre perde. A cada animal adotado mais 10 nascem ou são abandonados. A solução só tem dois caminhos: Chipar gratuitamente e obrigatoriamente TODOS os animais da cidade (isso deveria ser feito pelo controle de Zooonose em parceria com todas clínicas veterinárias) e penalizar legalmente as pessoas que abandonam animais. aí sim, só teria animal que não é animal! e o índice de animais nas ruas pelo menos cairia drasticamente o que poderia maximizar o processo de adoção

Anônimo disse...

Eu amo os animais, porque são criaturas de Deus,essas pessoas que matam os animais, irão prestar contas com DEUS, mais a revolta é a matança, como aconteceu no parque do cocò, mais 100 animais mortos envenenados, por esses assassinos cruéis, eu desejo que vão todos para o inferno.
Entregue os animais para adoção, mais não mate, dê chance de vida pra eles, os mesmos aqueles que estão doentes que merecem ter uma chance de vida é só trata. Eutanásia nunca!!!!!!!!!!